RDBU| Repositório Digital da Biblioteca da Unisinos

Gestão escolar e desigualdades sociais e educacionais: um olhar sobre a práxis das equipes diretivas em escolas públicas municipais

Show simple item record

metadataTrad.dc.contributor.author Oliveira, Rosane Alves Pretto de;
metadataTrad.dc.contributor.authorLattes http://lattes.cnpq.br/6152489857615867;
metadataTrad.dc.contributor.advisor Fritsch, Rosangela;
metadataTrad.dc.contributor.advisorLattes http://lattes.cnpq.br/5203131170203547;
metadataTrad.dc.publisher Universidade do Vale do Rio dos Sinos;
metadataTrad.dc.publisher.initials Unisinos;
metadataTrad.dc.publisher.country Brasil;
metadataTrad.dc.publisher.department Escola de Humanidades;
metadataTrad.dc.language pt_BR;
metadataTrad.dc.title Gestão escolar e desigualdades sociais e educacionais: um olhar sobre a práxis das equipes diretivas em escolas públicas municipais;
metadataTrad.dc.description.resumo A presente tese, intitulada Gestão Escolar e Desigualdades Sociais e Educacionais: um olhar sobre a práxis das equipes diretivas em escolas públicas municipais, desenvolve a temática da gestão escolar e das desigualdades na educação básica. Objetiva-se investigar a práxis das equipes diretivas escolares frente às desigualdades em escolas públicas municipais de educação básica em Esteio/RS. O problema de pesquisa é: como se dá a práxis das equipes diretivas escolares em contextos de recrudescimento de desigualdades, em escolas públicas municipais de educação básica de Esteio? Buscou-se, ainda, compreender a práxis destas equipes olhando para os contextos em que estão inseridas as escolas, bem como para a crise sanitária global da Covid-19 (2020-2021). Também, conhecer as concepções de gestão e desigualdades pelos gestores, bem como suas práticas, identificando aquelas de enfrentamento às desigualdades. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, que utiliza, para a produção de dados, a entrevista reflexiva, com base nos estudos de Szymanski, Almeida e Prandini (2002), e Análise Documental, com base nos estudos de Cellard (2012). Para interpretação dos dados, utiliza-se a Análise de Conteúdo a partir de Minayo e Gomes (2002b, 2006). Os documentos analisados são teses, dissertações e artigos na Revisão de Literatura; documentos institucionais, como: PME (ESTEIO, 2015a), PPPs das escolas (período entre 2017- 2022) e Diário de Campo (2019-2021). Apresenta-se um estudo da produção acadêmica brasileira (1998-2020) sobre gestão escolar e desigualdades na educação básica. Verificou-se que a pandemia transpôs o ambiente de ensino e aprendizagem para o digital ocasionando a mudança do lócus do aprender/ensinar, exigindo a reinvenção da práxis, por parte da gestão escolar. Entre as conclusões, destaco a comprrensão de que a escola é cada vez mais necessária na nossa soiedade; as desigualdades socioeconômicas se sobrepõem às desigualdades escolares, promovendo e intensificando as não aprendizagens, as dificuldades de acesso, o acesso precário e o abandono em contextos de recrudescimeto de desigualdades.;
metadataTrad.dc.description.abstract This thesis, entitled School Management and Social and Educational Inequalities: a look at the praxis of management teams in municipal public schools, develops the theme of school management and inequalities in basic education. It aims to investigate the praxis of school management teams in the face of inequalities in municipal public schools of basic education in Esteio/RS. The research problem is: how is the praxis of school management teams in contexts of resurgence of inequalities, in municipal public schools of basic education in Esteio? It was also sought to understand the praxis of these teams looking at the contexts in which the schools are inserted, as well as at the global health crisis of Covid-19 (2020-2021). Also, to know the conceptions of management and inequalities by managers, as well as their practices, identifying those of facing inequalities. This is a qualitative research, which uses, for the production of data, the reflective interview, based on the studies of Szymanski, Almeida and Prandini (2002), and Document Analysis, based on the studies of Cellard (2012). For data interpretation, Content Analysis is used from Minayo and Gomes (2002b, 2006). The documents analyzed are theses, dissertations, and articles in the Literature Review; institutional documents, such as: PME (ESTEIO, 2015a), School PPPs (period between 2017-2022) and Field Diary (2019-2021). A study of Brazilian academic production (1998-2020) on school management and inequalities in basic education is presented. It was found that the pandemic transposed the teaching and learning environment to digital, causing a change in the locus of learning/teaching, requiring the reinvention of praxis by school management. Among the conclusions, I highlight the understanding that school is increasingly necessary for our society; socioeconomic inequalities overlap school inequalities, promoting and intensifying non-learning, access difficulties, precarious access, and dropout in contexts of recrudescence of inequalities.;
metadataTrad.dc.subject Gestão escolar; Práxis; Pandemia; Desigualdades; School management; Pandemic; Inequalities;
metadataTrad.dc.subject.cnpq ACCNPQ::Ciências Humanas::Educação;
metadataTrad.dc.type Tese;
metadataTrad.dc.date.issued 2022-09-30;
metadataTrad.dc.description.sponsorship Nenhuma;
metadataTrad.dc.rights openAccess;
metadataTrad.dc.identifier.uri http://www.repositorio.jesuita.org.br/handle/UNISINOS/12035;
metadataTrad.dc.publisher.program Programa de Pós-Graduação em Educação;


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search

Advanced Search

Browse

My Account

Statistics