RDBU| Repositório Digital da Biblioteca da Unisinos

O espaço das línguas materna e adicional na sala de aula: uma reflexão a partir da noção de translanguaging

Show simple item record

metadataTrad.dc.contributor.author Silva, Girlane Cardoso da;
metadataTrad.dc.contributor.authorLattes http://lattes.cnpq.br/2288107011540621;
metadataTrad.dc.contributor.advisor Lorandi, Aline;
metadataTrad.dc.contributor.advisorLattes http://lattes.cnpq.br/9832328709285264;
metadataTrad.dc.publisher Universidade do Vale do Rio dos Sinos;
metadataTrad.dc.publisher.initials Unisinos;
metadataTrad.dc.publisher.country Brasil;
metadataTrad.dc.publisher.department Escola Politécnica;
metadataTrad.dc.language pt_BR;
metadataTrad.dc.title O espaço das línguas materna e adicional na sala de aula: uma reflexão a partir da noção de translanguaging;
metadataTrad.dc.description.resumo Muito se tem falado sobre qual é a melhor abordagem em sala de aula de língua adicional para engajar alunos bilíngues e emergentes bilíngues no aprendizado de língua adicional. Dessa forma, esta pesquisa tem por objetivo observar a ocorrência da translanguaging em sala de aula de ensino de inglês no Ensino Fundamental e no Ensino Médio. Para tanto, partimos das concepções de García e Wei (2014) e García et al. (2019), que enxergam a pedagogia translanguaging como um instrumento para alavancar o ensino de línguas, tomando como ponto de partida o papel dos repertórios linguísticos no ensino e na aprendizagem de línguas (BUSH, 2012, 2017). Esta pesquisa é um estudo qualitativo de cunho etnográfico, uma vez que considera que o ensino de língua é coconstruído entre professor e aluno. Participaram desta pesquisa 8 pessoas, sendo 6 estudantes (3 alunos do 6º ano do Ensino Fundamental e 3 alunos da 1ª série do Ensino Médio) e 2 professores das respectivas séries. Os instrumentos utilizados para a geração de dados desta dissertação foram: observações de aulas, anotações em diário e narrativas dos alunos e dos professores por meio de entrevista semiestruturada. Vale ressaltar que a geração de dados desta pesquisa ocorreu em um momento especial de pandemia (COVID-19). A análise dos dados permite tecer as seguintes considerações: do ponto de vista dos participantes e da importância do uso de L1 e L2 na mediação das aulas de línguas, encontramos traços de translanguaging nos depoimentos dos alunos, assim como a crença na primazia do falante nativo e a concepção de que, na escola regular, não se aprende inglês, porque o ensino é voltado somente para a gramática, e de que a escola de idiomas apresenta o contexto ideal de prática linguística, dado que o tempo de exposição em inglês é maior que na escola regular.;
metadataTrad.dc.description.abstract Much has been said about what is the best additional language classroom approach to better engage bilingual and emerging bilingual learners in additional language learning. Thus, this research aims to observe the occurrence of translanguaging in the classroom of English teaching in elementary and high school. To this end, we start from the conceptions of García and Wei (2014) and García et al (2019) who see translanguaging pedagogy as an instrument to leverage language teaching, taking as a starting point the role of linguistic repertories in language teaching and learning (BUSH, 2012, 2017). This research is qualitative study and partly ethnographic since we understand that language teaching is co-constructed between teacher and student. Eight people participated in this research, being six students (three students in 6th grade and three students in 1st grade) and two teachers of the respective grades. The instruments used to generate data for this dissertation were: class observations, field notes, diary, the narratives of students and teachers through semi-structured interviews. It is worth mentioning that the data generation of this research occurred in a special moment of pandemic (COVID-19). In the analysis of the data allows us to make the following considerations: from the point of view of the participants and the importance the use of L1 and L2 in the mediation of language classes, we find traces of translanguaging in the statements of the students as well as beliefs regarding the primacy of the native speaker, the idea that in the regular school English is not learned because teaching only focus on grammar, and that the language school presents the ideal context of linguistic practice since the time of exposure in English is greater than in regular school.;
metadataTrad.dc.subject Pedagogia translanguaging; Ensino e aprendizagem de línguas; Crenças; Decolonialidade; Translanguaging pedagogy; Teaching and learning of languages; Beliefs; Decoloniality;
metadataTrad.dc.subject.cnpq ACCNPQ::Lingüística, Letras e Artes::Lingüística;
metadataTrad.dc.type Dissertação;
metadataTrad.dc.date.issued 2021-06-16;
metadataTrad.dc.description.sponsorship Nenhuma;
metadataTrad.dc.rights openAccess;
metadataTrad.dc.identifier.uri http://www.repositorio.jesuita.org.br/handle/UNISINOS/9971;
metadataTrad.dc.publisher.program Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada;


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search

Advanced Search

Browse

My Account

Statistics