RDBU| Repositório Digital da Biblioteca da Unisinos

Formação inicial de professores de língua portuguesa: a preocupação em formar formadores de leitores de textos literários

Show simple item record

metadataTrad.dc.contributor.author Sousa, Soraya de Melo Barbosa;
metadataTrad.dc.contributor.authorLattes http://lattes.cnpq.br/7040484042070844;
metadataTrad.dc.contributor.advisor Guimarães, Ana Maria de Mattos;
metadataTrad.dc.contributor.advisorLattes http://lattes.cnpq.br/4439407429779665;
metadataTrad.dc.publisher Universidade do Vale do Rio dos Sinos;
metadataTrad.dc.publisher.initials Unisinos;
metadataTrad.dc.publisher.country Brasil;
metadataTrad.dc.publisher.department Escola da Indústria Criativa;
metadataTrad.dc.language pt_BR;
metadataTrad.dc.title Formação inicial de professores de língua portuguesa: a preocupação em formar formadores de leitores de textos literários;
metadataTrad.dc.description.resumo Esta pesquisa traz, a partir de disciplinas desenvolvidas com propósito específico no decorrer do Curso de Letras, a proposta de uma avaliação, por parte dos alunos em formação inicial, sobre seu processo de letramento literário, assim como uma reflexão sobre sua futura prática docente na mediação de leitores do texto literário. Parte da proposição de que, na perspectiva dos letramentos, a escola deve estar aberta para atender a um novo sujeito, situado socio-historicamente na e pela linguagem e, por isso, considera-se a necessidade de uma renovação das práticas de leitura e de práticas sociais, construídas na interação dos alunos entre si e entre cada um com o mundo, respeitando sua diversidade de linguagens. Considera também que a linguagem literária unifica diferentes códigos, línguas, vozes e linguagens (LAJOLO, 2018) e que o ensino da literatura propõe um debate sobre a diversidade social e cultural, ao confrontar corpus de textos constituídos por literaturas universal, social e cultural, proporcionando um testemunho da evolução dos posicionamentos filosóficos em relação à questão do sujeito (BRONCKART, 2017a). Desse modo, o problema que norteia este estudo passa pelas seguintes indagações: como o seu próprio processo de letramento literário é compreendido pelos alunos em formação inicial? Sua concepção de letramento literário foi ressignificada ao longo dos eventos de letramento proporcionados por disciplinas do curso de Letras? Como avalia o seu papel enquanto formador de leitores no ensino básico? De que recursos se valeu o professor do curso de Letras para validar sua proposta didática? Portanto objetiva analisar o percurso do letramento literário de alunos do curso de Letras, em formação inicial, discutindo formas de contribuição para esse desenvolvimento, desde os primeiros anos da formação. Pretende, ainda, proporcionar reflexões sobre sua futura mediação na formação de leitores da educação básica, a partir da vivência de práticas de leitura literária promovidas na formação. Acredita que, na perspectiva de um letramento literário, que transponha o espaço escolar físico e temporal, o professor deve apresentar meios que deem ao aluno-leitor autonomia para continuar a desenvolver sua competência de leitor crítico, ao longo de suas interações sociais. O presente estudo caracteriza-se como pesquisa-ação (TRIPP, 2005) de natureza qualitativa e apoia-se nos pressupostos da teoria social dos letramentos (STREET, 2008, 2013, 2014; BARTON; HAMILTON, 1998; KLEIMAN, 2005, 2014; KLEIMAN; ASSIS, 2016), nas contribuições sobre letramento literário de Cosson (2014) e Zapponi (2008) e nas orientações da BNCC (BRASIL, 2017) e da BNC-Formação (BRASIL, 2019) sobre as práticas de leitura literária no ensino básico e a organização dos conteúdos curriculares a serem trabalhados nos cursos de licenciatura, respectivamente. Consideramos para a análise dos dados a situação da ação de linguagem dos textos produzidos pelo aluno do curso – o memorial de leitura, o diário de bordo e a avaliação diagnóstica –, com base no modelo de análise de textos proposto pelo Interacionismo Sociodiscursivo. Foram analisados, na infraestrutura textual, os tipos de discurso que constituem o texto produzido pelos alunos, e os mecanismos enunciativos que incorporam o estudo das vozes e das modalizações (BRONCKART, 1999, 2004; 2006; 2017). Também foram analisados os julgamentos e as avaliações emanadas dessas vozes presentes, bem como as marcas de atorialidade, além de seus posicionamentos ativos responsivos, diante do texto lido, com base no conceito de resposta ativa responsiva de Bakhtin/Volochínov ([1929], 1981, 2003, 2016). As análises constataram que os alunos conseguiram fazer uma reflexão sobre seu processo de letramento literário e sobre sua atuação como futuros formadores de leitores literários. Este estudo constatou que não se pode ser mediador de leitores, se não se é leitor. Da mesma forma, não se ensina apenas a partir de teorias e conhecimentos aprendidos. É nas atividades de leitura proporcionadas pelas disciplinas de língua e literatura, através de oficinas e laboratórios de leitura, por exemplo, que os futuros professores podem vivenciar seu processo de compreensão leitora e de escrita responsiva; e preparar-se para uma postura de engajamento que lhe será exigida numa situação de ensino, seja nos projetos de intervenção, durante as práticas ou estágios curriculares de formação, seja na sua docência profissional.;
metadataTrad.dc.description.abstract This research brings, based on disciplines developed with a specific purpose during the course of Letters, the evaluation proposal by students in initial training, about their literary literacy process, as well as a reflection on their future teaching practice in mediation of readers of the literary text. It starts from the proposition that in the perspective of literacies the school must be open to meet a new man, situated socio-historically in and through language, and therefore, the need for a renewal of reading practices and social practices is considered, built on the interaction of students with each other and with each other with the world, respecting their diversity of languages. It is also considered that literary language unifies different codes, languages, voices and languages (LAJOLO, 2018) and that the teaching of literature proposes a debate on social and cultural diversity, when confronting corpora of texts constituted by universal, social and cultural, providing a testimony of the evolution of philosophical positions in relation to the issue of the subject (BRONCKART, 2017a). Thus, the problem that guides this study involves the following questions: How is your own literary literacy process understood by students in initial training? Has your conception of literary literacy reframed during the literacy events, provided by subjects in the Literature course? How do you assess your role as a reader trainer in basic education? What resources did the teacher of the Language course use to validate his didactic proposal? Therefore, it aims analyze the path of literary literacy of students in the Literature course, in initial formation, discussing ways of contributing to this development, since the first years of formation. It is also intended to provide reflections on their future mediation in the training of basic education readers, based on the experience of literary reading practices promoted in training. It is believed that, in the perspective of literary literacy, which transposes the physical and temporal school space, the teacher must present means that give the student-reader autonomy to continue to develop their competence as a critical reader, throughout their social interactions. The present study is characterized as action research (TRIPP, 2005) of a qualitative nature and is based on the assumptions of the social theory of literacies (STREET, 2008, 2013, 2014; BARTON; HAMILTON, 1998; KLEIMAN, 2005, 2014; KLEIMAN; ASSIS, 2016 ), in the contributions on literary literacy by Cosson (2014) and Zapponi (2008), and in the guidelines of BNCC (BRASIL, 2017) and BNC-Training (BRASIL, 2019) on literary reading practices in basic education and the organization of curricular content to be worked in undergraduate courses, respectively. For the analysis of the data, we considered the situation of the language action of the texts produced by the student of the course - the reading memorial, the logbook and the diagnostic evaluation –, based on the text analysis model proposed by the Sociodiscursive Interactionism. In the textual infrastructure, the types of discourse that constitute the text produced by the students, and the enunciative mechanisms that incorporate the study of voices and modalizations were analyzed (BRONCKART, 1999, 2004; 2006; 2017). The judgments and evaluations emanating from these present voices were also analyzed, as well as the marks of atoriality, in addition to their active responsive positions, in view of the text read, based on the concept of active responsive response by Bakhtin/Volochínov ([1929], 1981, 2003, 2016). From the analysis, it was found that the students were able to reflect on their literary literacy process and on their performance as a future trainers of literary readers. This study argues that one cannot be a reader mediator, if one is not a reader. Likewise, it is not taught only from theories and knowledge learned. It is in the reading activities provided by the disciplines of language and literature, through workshops and reading laboratories, for example, that future teachers can experience their process of reading comprehension and responsive writing; and prepare for an engagement posture that will be required in a teaching situation, either in intervention projects, during practices or curricular training internships, or in your professional teaching.;
metadataTrad.dc.subject Letramentos; Letramento literário; Curso de letras; Formação inicial de professores; Língua portuguesa; Literatura; Literacies; Literary literacy; Language course; Initial teacher training; Portuguese language; Literature;
metadataTrad.dc.subject.cnpq ACCNPQ::Lingüística, Letras e Artes::Lingüística;
metadataTrad.dc.type Tese;
metadataTrad.dc.date.issued 2020-07-16;
metadataTrad.dc.description.sponsorship Nenhuma;
metadataTrad.dc.rights openAccess;
metadataTrad.dc.identifier.uri http://www.repositorio.jesuita.org.br/handle/UNISINOS/9334;
metadataTrad.dc.publisher.program Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada;


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search

Advanced Search

Browse

My Account

Statistics