RDBU| Repositório Digital da Biblioteca da Unisinos

Desenvolvimento de critérios explícitos adaptados à realidade brasileira para avaliação do uso de medicamentos potencialmente inapropriados para idosos

Show simple item record

metadataTrad.dc.contributor.author Motter, Fabiane Raquel;
metadataTrad.dc.contributor.authorLattes http://lattes.cnpq.br/9119067342599876;
metadataTrad.dc.contributor.advisor Paniz, Vera Maria Vieira;
metadataTrad.dc.contributor.advisorLattes http://lattes.cnpq.br/6463136970645518;
metadataTrad.dc.publisher Universidade do Vale do Rio dos Sinos;
metadataTrad.dc.publisher.initials Unisinos;
metadataTrad.dc.publisher.country Brasil;
metadataTrad.dc.publisher.department Escola de Saúde;
metadataTrad.dc.language pt_BR;
metadataTrad.dc.title Desenvolvimento de critérios explícitos adaptados à realidade brasileira para avaliação do uso de medicamentos potencialmente inapropriados para idosos;
metadataTrad.dc.description.resumo O uso de Medicamentos Potencialmente Inapropriados (MPIs) em idosos pode comprometer a efetividade ou a segurança da farmacoterapia e têm se destacado como importante desafio para saúde pública, visto que está associado a elevados índices de morbidade e mortalidade. Pesquisas nacionais que investigaram esse tema revelam que as prevalências de uso de MPIs variam de 28,0% a 82,6%; contudo, esses estudos utilizaram listas de MPIs validadas na América do Norte e Europa, uma vez que o primeiro consenso brasileiro sobre MPIs foi publicado somente no final de 2016. Segundo os autores, a lista desenvolvida apresenta algumas lacunas no conhecimento, uma vez que foi baseada em critérios publicados até 2012 e, portanto, não inclui as versões mais atualizadas publicadas em 2015, bem como não incorpora possíveis alternativas terapêuticas para os medicamentos que compõem a lista. Dessa forma, este estudo teve como objetivo estabelecer critérios explícitos para avaliação de MPIs prescritos aos idosos no Brasil e suas respetivas alternativas terapêuticas. O projeto englobou duas etapas complementares: 1- Elaboração da lista de critérios explícitos para avaliação de medicamentos inapropriados para idosos a partir de revisão sistemática já realizada; 2- Validação da proposta por consenso de especialistas utilizando técnica Delphi; A primeira etapa, elaboração da lista preliminar de MPIs, foi baseada em um estudo de revisão sistemática das listas publicadas entre janeiro/1991 e abril/2017.Realizou-se também uma análise qualitativa das listas com o objetivo de verificar a aplicabilidade destas ao mercado brasileiro em termos de disponibilidade e frequência de prescrição. Dessa forma, selecionaram-se três listas de MPIs: Beers 2015, STOPP 2015, European Union (7) PIM list. Ao final desse processo, obteve-se 153 critérios distribuídos em sete instrumentos: Dor e Inflamação, Sistema Cardiovascular, Sistema Endócrino, Geniturinário, Sistema Respiratório, Sistema Nervoso Central, sendo os dois primeiros já validados por meio da técnica Delphi modificada. Considerou-se validados os itens para os quais o limite inferior do IC 95% foi superior ou igual a 4,0. O consenso sobre MPIs - Dor e inflamação foi constituído duas rodadas. Um grupo de nove especialistas atingiu consenso sobre 98 (63,2%) das 155 questões apresentadas: 31/34 preocupações independente do diagnóstico, 4/4 preocupações quanto à dose, 4/4 preocupações quanto a duração do tratamento, 19/20 preocupações quanto ao uso em condições específicas, 12/23 considerações especiais de uso e 28/68 alternativas terapêuticas. No consenso sobre MPIs -Sistema Cardiovascular, um grupo de sete especialista atingiu consenso sobre 84 das 257 questões apresentadas: 20/25 preocupações independente do diagnóstico, 4/4 preocupações quanto à dose, 37/57 preocupações quanto ao uso em condições específicas, 20/105 considerações especiais de uso e 3/66 alternativas terapêuticas. Embora a validação de listas de MPIs a partir da opinião de especialistas seja um processo complexo, a listas desenvolvidas poderão ampliar o conhecimento sobre MPIs no país, uma vez que são baseadas em consensos recentes. Desse modo, esta pesquisa possibilitará um melhor entendimento da magnitude do uso de MPIs no Brasil, e poderá contribuir para o desenvolvimento de estratégias e intervenções mais eficazes para a redução dos problemas relacionados ao uso de medicamentos em idosos no país.;
metadataTrad.dc.description.abstract The use of potentially inappropriate medications (PIMs) for older patients is a public health problem because it can compromise the effectiveness or safety of pharmacotherapy and is responsible for high rates of morbidity and mortality in this age group. Brazilian studies that investigated PIMs show that the prevalence of PIM use ranges from 28.0% to 82.6%. However, these studies used PIM lists developed in other countries in North America and Europe. The first Brazilian consensus on PIMs was published in 2016. Limitations reported by the authors included that the PIM list was based on previous versions of Beers (2012) and STOPP (2008), therefore, it did not include the most up-to-date versions published in 2015, and did not incorporate therapeutic alternatives. The aim of the present study is to develop and validate explicit criteria for the evaluation of PIMs prescribed to older patients in Brazil and their respective therapeutic alternatives. The development of this project comprises of two steps: 1- Elaboration of the preliminary PIM list for older patients based on a systematic literature review; 2 - Validation of the preliminary PIM list with the consensus of experts using modified Delphi technique; The elaboration of the preliminary list of MPIs was based on a systematic review of PIM lists published between January 1991 and April 2017. A qualitative analysis of the PIM lists was performed with the objective of verifying their applicability to the Brazilian market. This way, three lists of PIMs were selected: Beers’ 2015, STOPP 2015, and European Union (7) PIM. Thus, we obtained 153 explicit criteria distributed across seven instruments: PIMs–Pain and Inflammation, PIMs–Cardiovascular System, PIMs–Endocrine System, PIMs–Genitourinary, PIMs–Respiratory System, and PIMs–Central Nervous System. The first two were already validated using the modified Delphi technique. The items for which the lower limit of the 95% confidence interval (CI) was greater than or equal to 4.0 were considered to have been validated. The consensus on PIMs–Pain and Inflammation was formed by two rounds. A group of nine experts reached consensus on 98 (63.2%) of the 155 items. A consensus was reached for 31/34 concerns regardless of diagnosis, 4/4 dose concerns, 4/4 concerns about the duration of treatment, 19/20 concerns about use under specific conditions, 12/23 special considerations of use, and 28/68 therapeutic alternatives. In the consensus on PIMs–Cardiovascular System, a group of seven experts reached consensus on 84 of the 257 questions. A consensus was reached for 20/25 concerns independent of diagnosis, 4/4 concerns regarding dose, 37/57 concerns regarding use under specific conditions, 20/105 special considerations of use and 3/66 therapeutic alternatives. Although the development and validation of PIM lists based on expert opinion is a long and complex process, the development of PIM list based on recent consensuses will expand the knowledge about the PIMs in Brazil. Thus, this research will improve the understanding of the magnitude of PIM use in this country, and may contribute to the development of more effective strategies and interventions to reduce drug-related problems among older Brazilian patients.;
metadataTrad.dc.subject Lista de medicamentos potencialmente inapropriados; Idoso; Efeitos colaterais e reações adversas relacionados a medicamentos; Prescrição inadequada; Potentially inappropriate medication list; Aged; Drug-related side effects and adverse reaction; Inappropriate prescribing;
metadataTrad.dc.subject.cnpq ACCNPQ::Ciências da Saúde::Saúde Coletiva;
metadataTrad.dc.type Tese;
metadataTrad.dc.date.issued 2018-03-20;
metadataTrad.dc.description.sponsorship CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; UNISINOS - Universidade do Vale do Rio dos Sinos;
metadataTrad.dc.rights openAccess;
metadataTrad.dc.identifier.uri http://www.repositorio.jesuita.org.br/handle/UNISINOS/7150;
metadataTrad.dc.publisher.program Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva;


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search

Advanced Search

Browse

My Account

Statistics