RDBU| Repositório Digital da Biblioteca da Unisinos

A prática das equipes de atenção primária no cuidado longitudinal de pessoas com doenças crônicas não transmissíveis

Show simple item record

metadataTrad.dc.contributor.author Silocchi, Cassiane;
metadataTrad.dc.contributor.authorLattes http://lattes.cnpq.br/9725777214086605;
metadataTrad.dc.contributor.advisor Junges, José Roque;
metadataTrad.dc.contributor.advisorLattes http://lattes.cnpq.br/1507037252079657;
metadataTrad.dc.publisher Universidade do Vale do Rio dos Sinos;
metadataTrad.dc.publisher.initials Unisinos;
metadataTrad.dc.publisher.country Brasil;
metadataTrad.dc.publisher.department Escola de Saúde;
metadataTrad.dc.language pt_BR;
metadataTrad.dc.title A prática das equipes de atenção primária no cuidado longitudinal de pessoas com doenças crônicas não transmissíveis;
metadataTrad.dc.description.resumo O novo perfil demográfico, nutricional e epidemiológico da população muda o cenário sanitarista, porque as doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) assumem papel de destaque, exigindo uma mudança nas práticas e na organização do sistema de saúde. Assim, o trabalho tem como objetivo analisar as práticas das equipes de atenção primária no cuidado longitudinal de pessoas com DCNT, como o diabetes mellitus (DM) e a hipertensão arterial sistêmica (HAS) em um município da região metropolitana de Porto Alegre/RS. A pesquisa é descritiva, exploratória com abordagem qualitativa. A coleta de dados desenvolveu-se em duas etapas. Na primeira etapa foram entrevistadas pessoas com DCNT para conhecer a percepção das mesmas sobre sua saúde, doença e cuidado. A partir disso, foram realizadas discussão focais com quatro equipes da Estratégia de Saúde da Família (ESF) tendo presente elementos que apareceram nas entrevistas. A análise interpretativa chamada de hermenêutica dialética foi a técnica utilizada para a análise dos dados. Os resultados retrataram dificuldades para criar vínculo; para desenvolver uma prática para além da resposta à demanda e para responsabilizar-se pelo usuário diante dos entraves na rede. Essas dificuldades aparecem no desenvolvimento de ações educativas que motivem mudanças comportamentais no estilo de vida e no acompanhamento do usuário em suas necessidades de acesso à rede atenção à saúde. No estudo aparece que as práticas dos profissionais estão pautadas por modelos prescritivos e autoritários de educação em saúde e tendo como foco das ações a patologia e não a promoção da saúde. Planejar o funcionamento dos serviços de saúde e investir em educação permanente para profissionais das equipes de atenção primária possibilitam melhorias no cuidado longitudinal de pessoas com DCNT.;
metadataTrad.dc.description.abstract The new demographic, nutritional and epidemiological profiles of our population changes the sanitarians cenario, because non-communicable chronic diseases (NCDs) assume a prominent role, demanding a radical change on the practices and organization of the health care system. Thus, the study aims to examine the practices of primary care teams in the longitudinal care of people with NCDs, such as diabetes mellitus (DM) and hypertension (SAH) in a municipality in the metropolitan region of Porto Alegre, RS, Brazil. The research is descriptive, exploratory with a qualitative approach. Data collection was developed in two stages. In the first stage people with NCDs were interviewed to know the same about their perception of health, illness and care. From there, focus discussion were held with four teams of the Family Health Strategy (FHS) having elements that appeared in the interviews. The interpretative analysis called hermeneutic dialectic was the technique used for data analysis. The results showed that teams have difficulty to establish a relationship with this person; to develop a practice beyond the mere answer to demand and to be responsible for the user before all the intricacies of the system. These difficulties show up on the development of educational actions that motivate behavioral changes in lifestyle and monitoring of the user in his necessities of access to health care. In this study, we see that practices from professionals are based on prescriptive and authoritative models of education on health, focused on actions on pathology and not the promotion of health. Planning the operation of public health and investment in continuing education for professional teams in primary care opens up possibilities for improvements in the longitudinal care of people with NCDs.;
metadataTrad.dc.subject Doenças crônicas; Atenção básica à saúde; Longitudinalidade; Cuidado; Dieta; Chronic diseases; Primary care health service; Longitudinality; Care; Diet;
metadataTrad.dc.subject.cnpq ACCNPQ::Ciências da Saúde::Saúde Coletiva;
metadataTrad.dc.type Dissertação;
metadataTrad.dc.date.issued 2014-01-31;
metadataTrad.dc.description.sponsorship CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior;
metadataTrad.dc.rights openAccess;
metadataTrad.dc.identifier.uri http://www.repositorio.jesuita.org.br/handle/UNISINOS/4284;
metadataTrad.dc.publisher.program Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva;


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search

Advanced Search

Browse

My Account

Statistics