RDBU| Repositório Digital da Biblioteca da Unisinos

Agenciamento algorítmico na experiência de consumo online

Show simple item record

metadataTrad.dc.contributor.author Carvalho, Fernanda Lagroteria Ribeiro de;
metadataTrad.dc.contributor.authorLattes http://lattes.cnpq.br/9848925390915978;
metadataTrad.dc.contributor.advisor Gomes, Pedro Gilberto;
metadataTrad.dc.contributor.advisorLattes http://lattes.cnpq.br/8726873784241900;
metadataTrad.dc.contributor.advisor-co1 Ferreira, Jairo Getulio;
metadataTrad.dc.contributor.advisor-co1Lattes http://lattes.cnpq.br/8243334414084240;
metadataTrad.dc.publisher Universidade do Vale do Rio dos Sinos;
metadataTrad.dc.publisher.initials Unisinos;
metadataTrad.dc.publisher.country Brasil;
metadataTrad.dc.publisher.department Escola da Indústria Criativa;
metadataTrad.dc.language pt_BR;
metadataTrad.dc.title Agenciamento algorítmico na experiência de consumo online;
metadataTrad.dc.description.resumo Todas as experiências hoje em dia são permeadas pela midiatização: das mais simples até as mais complexas estão imbuídas pela nossa relação com a técnica. Somos usuários quando usamos essas tecnicidades para lazer ou trabalho e quando precisamos adquirir produtos. Ali, nossos rastros são dados que, quando interpretados pelas plataformas, permitem aos anunciantes direcionar-nos de acordo com lógicas algorítmicas, que são, por sua vez, determinadas por lógicas comerciais. Nesse contexto, esta dissertação observa os atravessamentos ocorridos durante a experiência de navegação para compra, buscando metaforizar os caminhos que os usuários fazem e como os algoritmos fazem a gestão desses atravessamentos que convergem ao ato de comprar. O propósito aqui é de entender essas dinâmicas e trazer à luz os processos ocorridos durante a experiência e, para isso, utilizamos os estudos de midiatização para desvendar as particularidades das novas ambiências digitais. A metodologia adotada incluiu pesquisa bibliográfica com análise crítica das perspectivas autorais, realização de entrevistas com consumidores e autoetnografia online para coleta de empíricos, exercício no qual simulamos a intenção de compra de um smartphone por meio do Google na loja online Magazine Luiza. Foi possível identificar, dentre outras coisas, que o usuário que navega identificado e com permissão de rastreamento e cookies, recebe 66% mais atravessamentos do que o que navega sem tais permissões. Também notamos uma preferência de 88,8% pelo Google para busca de produtos, além de um protagonismo da plataforma, demonstrando que os algoritmos dos sistemas de recomendação são agentes inteligentes em disputa. Por fim, notamos que os usuários buscam exercer contraforças em relação aos direcionamentos recebidos, utilizando subterfúgios para evitá-los, o que pode demonstrar desconfiança em relação ao mecanismo de rastreio e às empresas envolvidas.;
metadataTrad.dc.description.abstract All experiences nowadays are permeated by mediatization, from the simplest to the most complex, they are imbued by our relationship with technology. We are users when we browse these technicalities for leisure or work, and when we need to purchase products. There, our trails are data, which when interpreted by the platforms, allow advertisers to direct our navigation according to algorithmic logics, which are determined by commercial logics. In this context, this study observes the crossings that occur during the browsing experience, seeking to metaphorize the paths that users take and how the algorithms manage these crossings that converge to the act of buying. The purpose here is to understand these dynamics and bring to light the processes that occur during the experience. for this, we use mediatization studies to unravel the particularities of the new digital ambiences. The methodology adopted included bibliographical research with critical analysis of the author's perspectives, interviews with consumers, and online autoethnography to collect empirical data, an exercise in which we simulated the purchase intention of a smartphone on Google and online retail store Magazine Luiza. It was possible to identify, among other things, that the user who browses identified and with tracking and cookies permission, receives 66% more crossings than the one who browses without such permissions. We also noticed an 88.8% preference for Google while product searching, in addition to the platform's protagonism, demonstrating that recommendation system algorithms are intelligent agents in dispute. Finally, we note that users seek to exercise counterforces in relation to the directions received, using subterfuges to avoid them, which can demonstrate distrust in relation to the tracking mechanism and the companies involved.;
metadataTrad.dc.subject Algoritmos; Agenciamento; Consumo online; Midiatização; Algorithms; Agencying; Online consumption; Mediatization;
metadataTrad.dc.subject.cnpq ACCNPQ::Ciências Sociais Aplicadas::Comunicação;
metadataTrad.dc.type Dissertação;
metadataTrad.dc.date.issued 2023-05-12;
metadataTrad.dc.description.sponsorship CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior;
metadataTrad.dc.rights openAccess;
metadataTrad.dc.identifier.uri http://www.repositorio.jesuita.org.br/handle/UNISINOS/12583;
metadataTrad.dc.publisher.program Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação;


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search

Advanced Search

Browse

My Account

Statistics