RDBU| Repositório Digital da Biblioteca da Unisinos

Sistemática do gênero Trichomycterus Valenciennes, 1832 (Siluriformes : Trichomycteridae) do norte da América Andina

Show simple item record

metadataTrad.dc.contributor.author Vieira, Paula Peixoto;
metadataTrad.dc.contributor.authorLattes http://lattes.cnpq.br/8883654042209948;
metadataTrad.dc.contributor.advisor Albornoz, Pablo César Lehmann;
metadataTrad.dc.contributor.advisorLattes http://lattes.cnpq.br/2847534177810751;
metadataTrad.dc.publisher Universidade do Vale do Rio dos Sinos;
metadataTrad.dc.publisher.initials Unisinos;
metadataTrad.dc.publisher.country Brasil;
metadataTrad.dc.publisher.department Escola Politécnica;
metadataTrad.dc.language pt_BR;
metadataTrad.dc.title Sistemática do gênero Trichomycterus Valenciennes, 1832 (Siluriformes : Trichomycteridae) do norte da América Andina;
metadataTrad.dc.description.resumo Peixes pertencentes a ordem Siluriformes possuem a maior diversidade e distribuição dos Ostariophsi, apresentando aproximadamente 5500 espécies descritas na Região Neotropical. A família Trichomycteridae está entre as maiores famílias de bagres da Região Neotropical com aproximadamente 360 espécies válidas em 41 gêneros e 8 subfamílias. Forma um grupo monofilético com exceção da subfamília Trichomycterinae, que apresenta problemas taxonômicos principalmente pela maioria dos representantes estarem alocados no gênero Trichomycterus, um grupo não-monofilético com uma riqueza de, aproximadamente, 75% do total de espécies da família e, possivelmente, uma grande diversidade ainda desconhecida. A problemática do gênero Trichomycterus é questionada em vários trabalhos, principalmente pela ausência de sinapomorfias exclusivas que dificultam o estudo das relações filogenéticas e que levaram a revisões taxonômicas em que algumas espécies de Trichomycterus foram redescritas em outros gêneros da subfamília como Silvinichthys, Ituglanis, Potamoglanis e Cambeva. Além disso, este gênero possui uma diversidade e distribuição muito grande (América do Sul) que pode levar ao isolamento geográfico e genético de determinadas populações, evidenciando o não-monofiletismo. Nesse contexto, o estudo teve como objetivo principal estudar a filogenia do gênero Trichomycterus da América Andina, com ênfase nas espécies da Colômbia, a fim de identificar relações filogenéticas entre as espécies cisandinas e transandinas a partir de caracteres morfológicos. Neste estudo também é fornecida a redescrição de duas espécies de Trichomycterus da costa pacífica da Colômbia e Equador, Trichomycterus gorgona e Trichomycterus taenia. O estudo envolveu 49 táxons sendo 38 táxons do grupo interno e 11 táxons do grupo externo. Os gêneros utilizados no grupo externo foram Astroblepus, Bullockia, Cambeva, Eremophilus, Hatcheria, Ituglanis, Scleronema e Silvinichthys. Foi realizado morfometria e merística dos espécimes, levantamento de 348 caracteres morfológicos que foram compilados a partir dos trabalhos de DoNascimiento (2013), Baskin (1973), de Pinna (1992, 1988, 1989, 1998), Arratia (1990), Costa & Bockmann (1994) e Katz et al., (2018) e utilizados pela primeira vez neste trabalho com as espécies do grupo interno seguido de uma análise filogenética para a interpretação dos cladogramas e relações entre espécies cisandinas e transandinas. O polifiletismo de Trichomycterus se manteve nos nossos resultados. Também identificamos que Trichomycterus sensu stricto restringe-se a região sudeste do Brasil e, portanto, as espécies Transandinas pertencem a um gênero ainda não descrito. A relação de Trichomycterus sensu stricto como grupo-irmão de Cambeva foi corroborado neste trabalho assim como a monofilia do gênero Cambeva e as relações entre Scleronema e Ituglanis.;
metadataTrad.dc.description.abstract Fishes of Siluriforms order has the most diversity and Ostariophsi’s distribution, presenting about 5500 species described in the Neotropical Region. The Trichomycteridae family is among the largest catfish families in the Neotropical Region with about 360 valid species in 41 genera and 8 subfamilies. The family forms a monophyletic group with the exception of the Trichomycterinae, which presents taxonomic problems mainly because most of the representatives are located in the Trichomycterus genus, a non-monophyletic group with a considerable richness of approximately 75% of the total family species and possibly a great diversity still unknown. The problematic of the Trichomycterus genus is questioned in several studies, mainly due to the absence of exclusive synapomorphs that make it difficult to study phylogenetic relationships, leading to taxonomic revisions in which some species of Trichomycterus have been redescribed in other genera of the subfamily such as Silvinichthys, Ituglanis, Potamoglanis and Cambeva. In addition, this genus has a very large diversity and distribution (South America) that can lead to the geographic and genetic isolation of certain populations, evidencing non-monophyletic. In this context, our main objective was to study the phylogeny of Trichomycterus of Andean America, with emphasis on the species of Colombia, in order to identify phylogenetic relationships between the cis-andine and trans-andine species from 348 morphological characters. This study also provides the redescription of two Trichomycterus from the Pacific coast of Colombia e Ecuador, Trichomycterus gorgona e Trichomycterus taenia. The study range 49 taxa of which, 38 internal group and 11 external group. The genera used in the external group were Astroblepus, Bullockia, Cambeva, Eremophilus, Hatcheria, Ituglanis, Scleronema and Silvinichthys. Morphometry and meristic of the specimens were carried out, surveying 348 morphological characters that were compiled from the works of DoNascimiento (2013), Baskin (1973), de Pinna (1992, 1988, 1989, 1998), Arratia (1990), Costa & Bockmann (1994) and Katz et al,. (2018) and used for the first time in this work with inner group species followed by a phylogenetic analysis for the interpretation of cladograms and relationships between Cisandine and Transandine species. Trichomycterus polyphylism remained in our results. We also identified that Trichomycterus stricto sensu is restricted to the southeastern region of Brazil and, therefore, the Transandine species belong to a genus not yet described. The relationship of Trichomycterus stricto sensu as Cambeva's sister group was corroborated in this work as well as the monophily of the Cambeva genus and the relations between Scleronema and Ituglanis.;
metadataTrad.dc.subject Anatomia; Colômbia; Filogenia; Redescrição; Trichomycterinae; Anatomy; Colombia; Phylogeny; Redescription; Trichomycterinae;
metadataTrad.dc.subject.cnpq ACCNPQ::Ciências Biológicas::Biologia Geral;
metadataTrad.dc.type Tese;
metadataTrad.dc.date.issued 2019-03-29;
metadataTrad.dc.description.sponsorship CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior;
metadataTrad.dc.rights openAccess;
metadataTrad.dc.identifier.uri http://www.repositorio.jesuita.org.br/handle/UNISINOS/8991;
metadataTrad.dc.publisher.program Programa de Pós-Graduação em Biologia;


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search

Advanced Search

Browse

My Account

Statistics