RDBU| Repositório Digital da Biblioteca da Unisinos

Instrumento multicritério de análise para a implantação de zonas industriais: variáveis legais, antrópicas e naturais

Mostrar registro simples

Autor Ávila, Leandro Bittencourt;
Lattes do autor http://lattes.cnpq.br/3257302201104271;
Orientador Veronez, Maurício Roberto;
Lattes do orientador http://lattes.cnpq.br/0157177135951013;
Instituição Universidade do Vale do Rio dos Sinos;
Sigla da instituição Unisinos;
País da instituição Brasil;
Instituto/Departamento Escola Politécnica;
Idioma pt_BR;
Título Instrumento multicritério de análise para a implantação de zonas industriais: variáveis legais, antrópicas e naturais;
Resumo Atualmente, percebe-se que a escolha de áreas adequadas à implantação de zonas industriais enfatiza a infraestrutura implantada, cujo imperativo é a visão econômica considerando a proximidade dos centros urbanos, a maximização dos lucros e a redução dos custos. Todavia, o processo de análise e seleção destas áreas é incompleto e impreciso, pois carece de estudo prévio que pondere as variáveis legais vigentes, as características do meio físico e biótico (potencialidades e fragilidades) na fase de planejamento territorial urbano. Por sua vez, os países em desenvolvimento enfrentam problemas ambientais diante da intensa e desordenada ocupação do território através do processo de urbanização. Os problemas ambientais e de ocupação desordenada dos espaços geram conflitos de uso do solo entre indústria, governo e sociedade. Esse processo causa degradação ambiental do espaço urbano e afeta a qualidade de vida da sociedade. O presente trabalho tem por objetivo avaliar as variáveis para definição das áreas aptas à instalação de zonas industriais no município de Viamão, a partir da estruturação de uma metodologia própria à proposta do estudo. O método consiste na análise das variáveis extraídas dos dados secundários existentes no Zoneamento Ambiental e Econômico do Município de Viamão – ZAE e seus produtos (hidrologia, áreas de preservação permanente, unidades de conservação, geologia, pedologia, principais rodovias, adensamento populacional, talvegue, declividade, etc.), da legislação vigente, da bibliografia sobre planejamento urbano e das variáveis estudadas através do SIG. A partir disso, aplicou-se a álgebra de mapas nas variáveis espacializadas que resultou no produto final chamado de Zona Multicritério de Alocação Industrial Sustentável – ZMAIS. Além disso, cruzou-se o ZMAIS com as principais rodovias estaduais, a rede hídrica, o adensamento populacional, o Plano Diretor e as Macrozonas do ZAE. Foram definidas as atividades, os empreendimentos e seus possíveis impactos ambientais na qualidade da água e do solo nos municípios lindeiros a Viamão. Verificou-se que o SIG é uma ferramenta de planejamento urbano eficiente, porém complementar que necessita ser agregado a outros instrumentos de planejamento (plano diretor, planos de saneamento, resíduos, mobilidade urbana, arborização urbana, etc.) e ao regramento do ambiental e urbanístico do espaço urbano e rural. A espacialização e análise das informações do território proporciona aos gestores e aos técnicos do planejamento urbano e ambiental uma visão ampla do território e auxilia a avaliação e liberação de licenças. Em suma, a definição das variáveis, das sobreposições seguidas da álgebra de mapas, dos critérios e dos pesos descritos no método de análise territorial poderá ser replicada em qualquer região, desde que respeitadas as características de cada localidade e ajudará também na produção de novos estudos auxiliando na interpretação espacializada da cidade.;
Abstract Currently, it is perceived that a choice of areas suitable for the implantation of industrial zones emphasizes the existing infrastructure, which impact is an economic view considering only the proximity of urban centers, the profit maximization and the cost reduction. However, the analysis and selection process of such areas is incomplete and imprecise, because there is no previous study that considers the valid legal variables and the physical and biotic characteristics of the environment (potentials and fragilities) in the urban territorial planning. Also, developing countries face environmental problems resulting from the intense and disorderly occupation of the territory through the urbanization process. Environmental problems and disordered occupation of spaces generate conflicts of land use between industry, government and society. This process causes environmental degradation of urban space and affects the quality of life of society. The present study aims to evaluate the variables for the definition of areas suitable for the installation of industrial zones in Viamão city, based on the developing of a specific methodology to the study proposal. The proposed method consists of analyzing the variables extracted from secondary data existing in the Environmental and Economic Zoning of Viamão city (in Portuguese: Zoneamento Ambiental e Economico – ZAE) and its products (hydrology, permanent preservation areas, conservation units, geology, pedology, highways, population density, thalweg, declivity, etc.), current legislation, bibliography on urban planning and variables studied through GIS. From the proposed methodology, the map algebra was applied to the spatialized variables that resulted in the final product called the Multicriteria Zone of Sustainable Industrial Allocation (in Portuguese: Zona Multicritério de Alocação Industrial Sustentável – ZMAIS). In addition, the ZMAIS was intergrated with the main state highways, the water network, the population density, the master plan and the macrozones of the ZAE. The activities, the ventures and their possible environmental impacts on water and soil quality were defined in the bordering of Viamão city. It has been verified that GIS is an efficient but only complementary urban planning tool that needs to be added to other planning instruments (master plan, sanitation, waste, urban mobility and urban afforestation plans, etc.) and the environmental and urbanistic rules of urban and rural space. The spatial information and analyze of the territory provides the managers and experts of urban and environmental planning with a broad view of the territory and helps the evaluation and release of licenses. Finally, the definition of the variables, the overlaps followed by map algebra, the criteria and weights described in the method of territorial analysis may be replicated in any region, as long as they respect the characteristics of each locality, and may also help in the production of new studies assisting in the spatial interpretation of the city.;
Palavras-chaves Zona industrial; Planejamento territorial urbano; Sistema de informação geográfica; Análise ambiental; Industral Zone; Urban planning; Geographic information system; Environmental analysis;
Área(s) do conhecimento ACCNPQ::Ciências Sociais Aplicadas::Arquitetura e Urbanismo;
Tipo Dissertação;
Data de defesa 2018-04-23;
Agência de fomento Nenhuma;
Direitos de acesso openAccess;
URI http://www.repositorio.jesuita.org.br/handle/UNISINOS/7088;
Programa Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo;


Arquivos deste item

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples

Buscar

Busca avançada

Navegar

Minha conta

Estatística