RDBU| Repositório Digital da Biblioteca da Unisinos

Sustentabilidade do extrativismo kaingang de lianas em Porto Alegre/RS

Show simple item record

metadataTrad.dc.contributor.author Gravato, Isabel Cristina Ferreira;
metadataTrad.dc.contributor.authorLattes http://lattes.cnpq.br/6289257239164127;
metadataTrad.dc.contributor.advisor Oliveira, Juliano Morales de;
metadataTrad.dc.contributor.advisorLattes http://lattes.cnpq.br/9881056159697615;
metadataTrad.dc.publisher Universidade do Vale do Rio dos Sinos;
metadataTrad.dc.publisher.initials Unisinos;
metadataTrad.dc.publisher.country Brasil;
metadataTrad.dc.publisher.department Escola Politécnica;
metadataTrad.dc.language pt_BR;
metadataTrad.dc.title Sustentabilidade do extrativismo kaingang de lianas em Porto Alegre/RS;
metadataTrad.dc.description.resumo As plantas trepadeiras (lianas) são exploradas pelas comunidades tradicionais que demandam crescente uso desses produtos como alternativa para compatibilizar a conservação da biodiversidade e a exploração de recursos naturais. A cadeia produtiva destas plantas contempla as atividades desde a extração na floresta até a utilização final na forma de artesanato. Existe uma grande riqueza e abundância de lianas na região de Porto Alegre, com grande diversidade de atributos biológicos. Dessa forma, o presente trabalho objetiva analisar aspectos produtivos e econômicos da cadeia produtiva que envolve o fabrico e a venda do artesanato feito com lianas e examinar a estrutura e a dinâmica de três espécies de lianas utilizadas pelos Kaingangs em Porto Alegre. Para a caracterização da estratégia de coleta, identificação e uso das lianas, foram realizadas saídas de campo com as famílias Kaingang seguindo a metodologia de observação participante; para avaliar o comércio de artesanato foram identificas 13 famílias que comercializam no principal ponto de venda da cidade de Porto Alegre/RS; o acompanhamento das vendas ocorreu de setembro de 2008 a agosto de 2009; para a verificação da disponibilidade de lianas exploradas pela comunidade Kaingang foi realizado levantamento em quatro remanescentes peri-urbanos e ao longo de 20 meses foi realizado extrativismo controlado em um remanscente peri-urbano com histórico de mais de 15 anos sem extrativismo de lianas. A partir descrição da coleta de lianas foi constatado que a comunidade Kaingang concentra sua atividade no extrativismo de poucas espécies de lianas; o consumo médio por família é de 860,7 m/ mês, a renda média é de R$266,50/ família; foi verificado que não houve diferença significativa no diâmetro e no comprimento das três espécies da área controle, em relação às estações do ano.;
metadataTrad.dc.description.abstract The vines (lianas) are exploited by traditional communities that require increased use of these products as an alternative for reconciling biodiversity conservation and exploitation of natural resources. The supply chain includes the activities of these plants from the extraction in the forest to end use in the form of handicraft. There is a wealth and abundance of lianas in the region of Porto Alegre, with great diversity of biological attributes. Thus, this study aims to analyze performance and economic aspects of the production chain that involves the manufacture and sale of handicrafts made from lianas and examine the structure and dynamics of three species of lianas used by Kaingangs in Porto Alegre. To characterize the collection strategy, identification and use of vines, field trips were conducted with families Kaingang following the methodology of participant observation, to assess the trade craft identificas 13 families were selling the main selling point of the city of Porto Alegre / RS, the monitoring of sales occurred from September 2008 to August 2009, to check the availability of lianas Kaingang exploited by the community survey was conducted in four remaining peri-urban and over 20 months was conducted in controlled extraction a remnant peri-urban with a history of more than 15 years without extraction of lianas. From the description of the collection was found that lianas Kaingang community focuses its activity on the extraction of a few species of lianas, the average consumption per household is 860.7 m / month, average income is R $ 266.50 / Family; was found that there was no significant difference in the diameter and length of the three species of the control area, in relation to the seasons.;
metadataTrad.dc.subject Áreas urbanas; Comunidades tradicionais; Conservação; Ecologia humana; Etnobotânica; Urban areas; Traditional communities; Conservation; Human ecology; Ethnobotany;
metadataTrad.dc.subject.cnpq ACCNPQ::Ciências Biológicas::Biologia Geral;
metadataTrad.dc.type Tese;
metadataTrad.dc.date.issued 2012-02-27;
metadataTrad.dc.description.sponsorship CNPQ – Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico;
metadataTrad.dc.rights openAccess;
metadataTrad.dc.identifier.uri http://www.repositorio.jesuita.org.br/handle/UNISINOS/3475;
metadataTrad.dc.publisher.program Programa de Pós-Graduação em Biologia;


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search

Advanced Search

Browse

My Account

Statistics