RDBU| Repositório Digital da Biblioteca da Unisinos

Desenvolvimento de tecnologia mhealths auxiliar no processo de adaptação em doença renal crônica

Show simple item record

metadataTrad.dc.contributor.author Santos, Roberta Portal Brocheir dos;
metadataTrad.dc.contributor.authorLattes http://lattes.cnpq.br/8767642740631331;
metadataTrad.dc.contributor.advisor Micheletti, Vania Celina Dezoti;
metadataTrad.dc.contributor.advisorLattes http://lattes.cnpq.br/1661437592439970;
metadataTrad.dc.publisher Universidade do Vale do Rio dos Sinos;
metadataTrad.dc.publisher.initials Unisinos;
metadataTrad.dc.publisher.country Brasil;
metadataTrad.dc.publisher.department Escola de Saúde;
metadataTrad.dc.language pt_BR;
metadataTrad.dc.title Desenvolvimento de tecnologia mhealths auxiliar no processo de adaptação em doença renal crônica;
metadataTrad.dc.description.resumo As mudanças no padrão de vida do portador de doença renal crônica (DRC) são fontes de estresse e implicam inúmeras mudanças nos hábitos de vida. O estudo teve o objetivo de criar um aplicativo para dispositivos móveis que possibilite a interação dos portadores de DRC com informações sobre a doença, facilitador do processo de adaptação. Trata-se de uma pesquisa metodológica com abordagem mista, a qual foi desenvolvida em quatro etapas: Primeira etapa: busca eletrônica em bases de dados LILACS, Medline e BDENF, com as palavras-chave “enfermagem”, “doença renal crônica”, “autocuidado”, “qualidade de vida”, no período de agosto de 2015 a agosto de 2020; Segunda etapa: diagnóstico situacional, utilizou a pesquisa netnográfica mediante questionários respondidos por pacientes com DRC ou por cuidadores participantes de grupos relacionados à DRC na rede social Facebook; Terceira etapa: construção do aplicativo para dispositivos móveis, que foi fundamentado nas técnicas de prototipação de UX Design; Quarta etapa: processo de validação e avaliação, em que foi empregado o Instrumento de Validação e Avaliação com a técnica de concordância do Índice de Validação de Conteúdo para a análise do protótipo, mediante sua navegação pela comissão analisadora obtendo aprovação acima de 80%. Os resultados das primeira e segunda etapas convergem, ao evidenciarem que o principal método de adaptação e promoção do autocuidado estão nos processos de educação em saúde advindo das relações humanas. Da mesma forma, as intervenções estão em consonância, verificadas a partir dos diagnósticos de enfermagem junto à Teoria da Adaptação de Callista Roy (TACR), pois tornam os elos sociais e profissionais um importante método de educação em saúde. Tais dados geraram a composição do protótipo confeccionado com a ferramenta de design FIGMA. Os produtos gerados nesta pesquisa foram: Revisão Integrativa; construção de um Protótipo, Validação do aplicativo. Foi possível concluir que o processo de adaptação ocorre a partir do conhecimento adquirido nas relações assistenciais, familiares e sociais, em que um ambiente de empatia favorece a motivação para o autocuidado. Em meio à era digital, estes são possibilitados por uma tecnologia mHealths, em que considerou-se evidente a importância da interdisciplinaridade, que obteve resultados positivos e validados. O presente estudo contribui para enfermagem e para os pacientes com DRC e cuidadores para promover uma melhor qualidade de vida, com visão na tecnologia digital. O protótipo pode ser acessado pelo link https://www.figma.com/proto/yKqVZHSCcKJQUdyHbjnhqj/Amigo-Roy?node-id=3%3A330&scaling=scale-down&page-id=1%3A72&starting-point-node-id=2%3A74;
metadataTrad.dc.description.abstract The life changes that occur to chronic kidney disease (CKD) patients may cause stress and provoke several lifestyle changes. The purpose of this study was to create a mobile app to facilitate the interaction between the CKD subject and information about the disease, with the aim of simplifying the adaptation process. This was a mixed methods research developed in four phases: First phase: electronic search on LILACS, Medline and BDENF databases, using the keywords “nursing, chronic kidney disease, self-care, life quality” over the period between August 2015 to August 2020. Second phase: situational diagnosis, comprising netnographic research based on the answers to a survey answered by participating members of CKD-related Facebook groups (CKD patients or their carers). Third phase: construction of a mobile app, based on UX design prototyping techniques. Fourth phase: validation and evaluation phase, wherewith the prototype was navigated and assessed, by means of the Validation and Assessment Tool. The data was assessed using the agreement technique, applying the Content Validation Index, resulted in above 80% agreement by the analysis committee. The first and second phases results converge as evidence that the main method of adaptation and promotion of self-care are in the process of health education originated in human relations. Likewise, the interventions are in agreement, verified on Callista Roy Adaptation Model (RAM) theoretical framework applied in nursing diagnosis. It confirmed the importance of social and professional relations in health education. In the third phase, the data was related to RAM, generating the composition of the app prototype, built with FIGMA design tool. The products generated in this research were: Integrative Review, App construction, App validation. It was possible to conclude that the adaptation process occurs through the knowledge acquired by care, family and socially, where an empathic environment favours the motivation to self-care. In the digital era these are viable on mHealths technology, which answers to research questions and reaching its goals. It became evident the importance of interdisciplinarity, which has obtained positive and validated results. This study contributes to nursing, CKD patients and their carers, as it promotes better quality of life and employs digital technology. The prototype could be accessed trought the link https://www.figma.com/proto/yKqVZHSCcKJQUdyHbjnhqj/Amigo-Roy?node-id=3%3A330&scaling=scale-down&page-id=1%3A72&starting-point-node-id=2%3A74;
metadataTrad.dc.subject Adaptação; Autocuidado; Enfermagem; Falência renal; Teorias de enfermagem; Saúde móvel; Adaptation; Self-care; Nursing; Kidney failure; Nursing theories; Mobile health;
metadataTrad.dc.subject.cnpq ACCNPQ::Ciências da Saúde::Enfermagem;
metadataTrad.dc.type Dissertação;
metadataTrad.dc.date.issued 2021-10-22;
metadataTrad.dc.description.sponsorship Nenhuma;
metadataTrad.dc.rights openAccess;
metadataTrad.dc.identifier.uri http://www.repositorio.jesuita.org.br/handle/UNISINOS/12689;
metadataTrad.dc.publisher.program Programa de Pós-Graduação em Enfermagem;


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search

Advanced Search

Browse

My Account

Statistics